"Então, falando ele estas coisas em sua defesa, Festo disse em alta voz:
Estás louco, Paulo! As muitas letras te levam à insanidade!"
(Atos dos Apóstolos 26.24)

segunda-feira, novembro 03, 2008

Karen Carpenter

Enquanto almoçava, após as aulas da manhã, tive o prazer de ouvir, pela rádio sintonizada na pensão, "Close to you", da saudosa dupla "The Carpenters". Logo pensei em Karen, de quem minha mãe me falava quando era menino. Lamentavelmente, a bela e talentosa Karen Carpenter fora vítima de anorexia nervosa, vindo a falecer em 04 de fevereiro de 1983, com apenas 32 anos.
A melodia doce da composição me abençoava, levando-me também a um estranhamento: um dia todos nós não seremos mais que uma voz gravada ou um texto escrito ou uma lembrança no coração de alguém. Ainda que as ondas sonoras que emitimos viajem eternamente pela imensidão do universo, nossas expressões escritas atravessem os séculos, as nossas biografias sejam divulgadas pelas bocas das pessoas, será apenas nessas coisas que estaremos.
Restavam-me alguns minutos antes da aula da tarde e fui pesquisar a letra da música. Uma das estrofes diz:
Why do stars fall down from the sky
Every time you walk by?
Just like me, they long to be
Close to you
A tradução é a seguinte:
Por que as estrelas descem do céu
Toda vez que você passeia?
Assim como eu, elas querem estar
Perto de você
Na letra de Karen, as estrelas descem do céu e uma pessoa caminha sobre a terra. Ela é considerada especial por uma outra que perto dela quer estar. É como se a maviosa voz de New Haven profetizasse que as estrelas e nós, outrora poeira cósmica, queremos mais: desejamos ser e ser uns para os outros. Karen não voltou a ser poeira: tornou-se música que adverte contra a indiferença que nos aliena de nós mesmos, dos outros, das estrelas, dos pássaros, das flores.
"Close to you" é um magnífico e atualíssimo capítulo do Evangelho de Karen Carpenter.
Curiosamente, 32 anos é a idade que tenho.

6 comentários:

Leila Bento disse...

Adorei o que vc escreveu, só não gostei da última frase, soou como presságio...Bjs!!!!!!!

Anônimo disse...

Bela reflexão! A vida é tão efêmera, mas aquilo que dela fizermos ecoará para além de nós. Bob Fosse disse “Tenho mais medo da mediocridade que da morte”. De que adianta adicionar anos à extensão de nossas vidas, mas não vida à extensão de nossos anos?
A vida que se examina está sempre a perguntar-se sobre o sentido e significado de sua existência. Acho que o que faz a vida valer a pena são justamente essas lembranças positivas que você menciona, Ruben. Coisas que marcam positivamente. É triste quando se vive sem a consciência do impacto, benévolo ou maléfico, que nossa vivência nessa Terra pode causar. É vazia a presença que é ausente. Muita gente acha que não precisa se responsabilizar pelo cuidado do meio-ambiente, já que não estarão mais presentes quando as conseqüências da negligência atual se manifestarem. E há muitos outros exemplos de descaso, irresponsabilidade, indiferença com a própria vida e com a vida de outros. Mas se tivermos deixado um legado de amor, se ficarmos na letra de uma bela canção, de um poema, se deixarmos registrado nosso Evangelho, ainda que apenas, ou principalmente, no coração das pessoas que conosco convivem, então a vida terá valido a pena.

Beijos!

Carla

Pet. disse...

Gostaria de deixar uma frase que ouvi do meu "facilitador" Rubinho:

"O amor deve regular as palavras e as atitudes na comunidade cristã."

Rubem Marcelino

Essa frase assim como essa ou aquela música deixam marcas na memória das pessoas e acredito que esse é o legado que deixamos, marcas, elas perduram mais que heranças materiais.

Pet.

Ruben Marcelino disse...

Obrigado Mãe, Carla e Pet pelo carinho!

Fábio disse...

Faz tempo recebi sua mensagem informando sobre o texto no blog, por total falta de tempo guardei pra ler depois. Karen foi tema de uma deliciosa prosa que tive com o André Coelho durante o retiro da igreja. Valeu ler seu texto hoje!

Um grande abraço,
Saudades

Camila Roosevelt disse...

Lindoo seu blog, e seus textos.. qe Deus abençoe mta a sua vida, pq vc atrávez desse blog tem sido um canal de benção para mtas pessoas ! Tô seguindo seu blog :)